Acessibilidade Aumentar Fonte Contraste

ENCONTRO DISCUTE REESTRUTURAÇÃO DA E.M MYRIAN TEREZINHA

Professores e funcionários estão preocupados com a possível superlotação de salas de aulas e, também, que haja transferências de profissionais para outras unidades

Professores e funcionários da EM Myrian Terezinha Wichroski Millbourn, localizada no Jd. Boa Esperança, foram recebidos no início da noite desta segunda-feira (22/10) pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Edilson Dias (PT).

Na pauta do encontro, mudanças na estruturação da unidade, que deve ter o número de salas de aulas reduzido a partir de 2019, com objetivo de melhor adaptar a demanda de alunos e reduzir custos.

Funcionários, no entanto, temem que a medida acarrete na superlotação de algumas classes, prejudicando a qualidade do ensino. Outra preocupação é com relação às atribuições de aulas, tendo em vista justamente esse replanejamento em curso.

"Nesse caso, em específico, o temor é com a possibilidade de transferência de servidores para outras unidades", explica Edilson Dias, que se comprometeu a discutir o assunto com o prefeito Válter Suman (PSB), ainda nesta semana, e dar uma devolutiva aos educadores o quanto antes.

"É preciso dar uma posição clara em relação aos planos que a Administração Municipal têm para a escola e, em cima disso, estudar conjuntamente as melhores formas de atender, tanto as demandas da Prefeitura, como também as demandas dos funcionários", enfatizou o presidente do Legislativo.

MEDIAÇÃO

Desde o início deste mês, Edilson Dias tem sido procurado por vários profissionais da rede municipal de ensino, preocupados com essas mudanças. No último dia 15, ele mediou um encontro entre o secretário municipal de Educação, Esporte e Lazer, Renato Pietropaolo, e docentes das escolas Lucimara de Jesus Vicente e Gladston Jafet - que também passam por processo de readequação.

Na ocasião, houve o compromisso de que os critérios referentes às atribuições desses professores serão previamente discutidos, de maneira ampla, e deverão seguir padrões semelhantes aos que foram utilizados em outras escolas que passaram pelo mesmo processo - conforme reivindicavam.

Já no último dia 10, o presidente do legislativo recebeu professores e alunos do programa 'Educação Jovens e Adultos', que vieram pedir apoio para evitar o fechamento de quatro pólos (de um total de seis) presentes no Município.

O motivo, a exemplo dos outros casos mencionados, é a redução da demanda de alunos e a consequente necessidade de redimensionar gastos.

"Nesse caso, após conversas com o prefeito e o secretário responsável, houve o consenso de que essa adaptação não traria uma economia de recursos significativa e, sobretudo, prejudicaria estudantes e professores", destacou Dias, convencido de que esse trabalho de interlocução tem trazido resultados positivos.


Publicado em: 22 de outubro de 2018

Publicado por: ASSESSORIA