ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DEVERÃO PASSAR POR TESTES DE AUDIÇÃO ANUALMENTE

Caso identificado algum problema, o estudante será encaminhado para exames mais detalhados na área, como o de audiometria. E, se confirmada a deficiência, terá direito a acompanhamento clínico

Foi sancionada nesta sexta-feira (1) a Lei Municipal n° 4.468, originária do PL 135/2017, do vereador Toninho Salgado (PSD), que insituti o ‘Programa de Acuidade Auditiva’, em âmbito local. A medida prevê a realização de testes de audição nas escolas públicas do Município, com objetivo de identificar a existência de eventuais distúrbios entre os estudantes.

De acordo com a nova lei, que já está em vigor, os exames serão feitos anualmente, junto aos alunos do segundo ano do ensino fundamental, por profissional habilitado, através de um procedimento inicial bastante simples e rápido.

Caso identificado algum problema, o estudante será encaminhado para exames mais detalhados na área, como o de audiometria. E, se confirmada a deficiência, terá direito a acompanhamento clínico e assistência especializada na rede municipal de Saúde.

O autor da matéria destaca que os problemas de audição dificultam o aprendizado e a socialização das crianças e adolescentes. "Existe um vasto número de alunos em idade escolar que nunca passou por exames auditivos. Isso dificulta a instrução escolar", enfatiza Toninho Salgado.

Texto: Rafael Nunes, repórter universitário


Publicado em: 01 de dezembro de 2017

Publicado por: ASSESSORIA

Cadastre-se e receba notícias em seu email