Acessibilidade | A+ A- | Contraste

SOLENIDADE COMEMORA OS 70 ANOS DA CÂMARA MUNICIPAL

Para celebrar a ocasião, será realizada sessão no próximo dia 28, às 19 horas, no plenário da Casa de Leis, com a presença de vereadores e ex-vereadores.

A Câmara Municipal de Guarujá completa neste ano de 2018 setenta anos de existência. Para celebrar a ocasião, uma sessão solene será realizada no próximo dia 28/6, às 19 horas, no plenário da Casa de Leis, com a presença de vereadores e ex-vereadores.

Entre eles, estará o prefeito Válter Suman, que foi parlamentar de 2001 a 2008; Edson dos Santos Claudio, o mais antigo ex-vereador guarujaense, atualmente com 82 anos, que participou da 6ª e 7ª legislaturas - entre os anos de 1969 e 1973; Maristela Ramos, a mais antiga ex-vereadora da Cidade, atualmente com 73 anos de idade, que participou da 10ª e 11ª legislaturas, entre anos de 1989 e 1996; além de Roberto Nascimento, o popular Beco-Beco, que fez parte da 7º, 8ª, 9ª e 10º legislaturas, entre os anos de 1973 a 1992, e também chegou a presidir a Casa, em 1982 (mais detalhes abaixo).

A cerimônia também celebrará o aniversário de 84 anos de emancipação político-administrativa de Guarujá, que ocorre no próximo dia 30/6.

CORAL E EXPOSIÇÃO
Durante a solenidade, haverá apresentação do coral municipal, além de uma exposição de fotos e documentos históricos que compõem o acervo da Câmara Municipal. O público presente terá oportunidade de conferir a ata da primeira sessão ordinária da Casa de Leis, datada de janeiro de 1948, além de muitas imagens que marcaram os 70 anos de atividades do legislativo.

HISTÓRIA
A primeira eleição de vereadores em Guarujá ocorreu em 1947, quando foram eleitos 18 representantes, incluindo o primeiro presidente do Legislativo, Leôncio Camargo Filho. Eles assumiram seus mandatos em janeiro de 1948. A sessão legislativa que iniciou os trabalhos da Câmara Municipal de Guarujá ocorreu numa casa na Rua Petrópolis (atualmente, rampa do Edifício Boulevard).

Tempos depois, a sede do legislativo foi transferida para a Avenida Mário Ribeiro, no mesmo local onde hoje é o Guarujá Center Shopping. Ainda na Av. Mário Ribeiro, a Câmara Municipal também funcionou no imóvel do antigo Fórum (mais conhecido como Anexo Pitangueiras), que também abrigava a Prefeitura naquela época. Só mais adiante é que houve a mudança para atual sede, na Avenida Leomil, 291, onde permanece desde então.

COMUNISTAS
Poucos sabem que, ainda na primeira legislatura, a Câmara Municipal teve um vereador cassado, embora tenha sido o mais votado, e nunca pode assumir seu mandato. Trata-se de Gentil da Silva Nunes Neto, pai do ex-vereador Gentil da Silva Nunes. Ele foi preso em 1945 e perseguido pelo Departamento de Ordem Política e Social (Dops) por lutar a favor dos trabalhadores portuários e ser do Partido Comunista do Brasil. Na época, o partido havia sido extinto e apesar de ingressarem em outras legendas, os vereadores que foram do PCB terminaram cassados e tiveram os mandatos extintos.

MULHERES VEREADORAS

A primeira vereadora guarujaense foi Celeste Stipanich, que integrou a Casa de Leis entre os anos de 1948 e 1951 (1º Legislatura). A Câmara Municipal também teve uma mulher à frente de seu comando, em 1960, com a vereadora Magdalena de Oliveira, durante a 4ª Legislatura (1960-1963).

Ao todo, entre as 17º legislaturas que se sucederam a partir de 1948, foram empossados 224 vereadores eleitos (sem levar em conta os reeleitos), sendo 213 homens e 11 mulheres, totalizando 350 vereadores empossados (incluindo, nesse caso, os suplentes).

O vereador com mais mandatos até hoje foi Marinaldo Nenke Simões, que cumpriu seis legislaturas.

PREFEITOS E VICES

Oito ex-vereadores também foram prefeitos de Guarujá. São eles: Abílio dos Santos Branco (1948-1951); João Torres Leite Soares (1952-1955); Jayme Daige (1960-1963 /1969 -1972/1977-1982); Raphael Vitiello (1973-1976); Maurici Mariano 1983-1988/1997-2004); Ruy Carlos Gonzalez (1993-1996); Maria Antonieta de Brito (2009-2012/ 2013-2016) e Válter Suman (2017-2020).

Também teve três vereadores que foram vice-prefeitos. São eles: Gentil da Silva Nunes, Marinaldo Nenke Simões e Gerônimo Ferreira Vilhanueva.

DEPUTADOS
Três ex-vereadores tornaram-se deputados estaduais: Jayme Daige, Maurici Mariano e Nelson Fernandes. Dois ex-vereadores elegeram-se também deputados federais: Maurici Mariano e Marcelo Squassoni. E um ex-vereador foi candidato ao Senado: Paulo Piasenti.

HISTÓRIA PRESERVADA
O atual presidente da Câmara Municipal, vereador Edilson Dias, destaca a importância de se preservar a memória da Cidade. "O resgate histórico da atuação do Legislativo em prol da população e do desenvolvimento da cidade é inspirador para a mudança que desejamos na forma de fazer política. Muitos que estão no Executivo ou Legislativo hoje tem avós e pais que lutaram por Guarujá e por nossa gente. E devem ser lembrados como parte importante da história da cidade”, enfatiza.

MAIS SOBRE OS HOMENAGEADOS:

-Edson dos Santos Claudio nasceu em Guarujá, no ano de 1935, e sempre morou em Vicente de Carvalho. É casado há 57 anos com Diva Santana Santos com quem teve dois filhos: Ednir e Vagner. Tem hoje 5 netos e 5 bisnetos. Foi vereador em dois mandatos consecutivos: 1969-1972 (6ª legislatura) e 1973 (7ª legisaltura), quando assumiu como suplente.

Atuou junto com o ex-prefeito Jayme Daige, que na época era vereador e lembra que este foi cassado por ter se envolvido numa briga com o empresário Miguel Stéfano. "Eram tempos difíceis aqueles da ditadura militar", relembra.

Ele também recorda com orgulho que conseguiu através de sua atuação parlamentar trazer um Posto do INSS para Guarujá, a construção da ponte que liga Guarujá ao distrito Vicente de Carvalho e um velório municipal no cemitério do distrito. "Naquela época, os velórios aconteciam nas casas das pessoas".

-Maristela da Silva Ramos tem 73 anos, é casada com Paulo Mota, mãe de uma filha e avó de dois netos. Foi vereadora entre 1989 e 1996 (10ª e 11ª legislaturas), dedicando boa parte de sua atuação na atenção e proteção da mulher e das crianças.

Lutou e conseguiu a implantação da Delegacia da Mulher na cidade. Ela também foi Diretora da Educação em Guarujá, trabalhando para ampliar creches, pré escola e cursos profissionalizantes nos Centros Comunitários.

-Roberto Nascimento é casado há 59 anos com Maria Aparecida Artero Fontes, com quem teve cinco filhos. Disputou a primeira eleição em 1968, não ganhando porque na época não era permitido votar no apelido da pessoa. Em 1973, com 723 votos, ele foi eleito pela primeira vez, sendo reeleito por mais 3 vezes seguidas, totalizando 20 anos como vereador, pois teve dois mandatos prorrogados para 6 anos, conforme lei da época.

O ex-vereador, que também foi presidente da Câmara em 1982, lembra com orgulho que conseguiu trazer o IML e o Posto de Identificação para Guarujá, a Delegacia do Trabalho e que, junto com o ex-prefeito Jayme Daige, que também foi vereador e deputado estadual, Padre Don Domênico e o deputado federal Athiê Jorge Coury, iniciou a luta pelo aeroporto de Guarujá.

 


Publicado em: 26 de junho de 2018

Publicado por: ASSESSORIA