Acessibilidade   |   Aumentar Fonte   |   Contraste

PROJETO VISA COIBIR IMPORTUNAÇÃO SEXUAL NO TRANSPORTE COLETIVO

Vereadores aprovaram nesta terça-feira (9/10), o PL 118/2018, do vereador José Nilton Doidão (PPS), que prevê medidas para garantir o cumprimento da Lei Federal 13.718, que tornou crime atos libidinosos que até então eram considerados contravenção penal

O plenário da Câmara Municipal de Guarujá aprovou nesta terça-feira (9/10) o Projeto de Lei 118/2018, de autoria do vereador José Nilton Doidão (PPS), que estabelece medidas de prevenção e combate à importunação sexual no transporte coletivo municipal.

O objetivo é, sobretudo, conscientizar a população acerca da Lei Federal 13.718, sancionada no último dia 24 de setembro, que tornou crime (com punição de até cinco anos de prisão) a prática de qualquer ato libidinoso sem o consentimento de outra pessoa.

Entre as ações previstas na matéria aprovada, está a realização de ações afirmativas, educativas e preventivas, assim como campanhas de divulgação em terminais, ônibus e quiosques de cartões de ônibus, de modo a orientar as usuárias sobre as providências que devem ser tomadas para identificação e denúncia de agressores.

Ainda de acordo com a matéria, a empresa responsável pelo transporte coletivo também deverá realizar capacitações e treinamentos junto a seus funcionários, para que saibam como acolher eventuais vítimas e encaminhar denúncias.

"Abuso sexual é crime e nosso projeto busca apoiar as mulheres através de informações e acesso aos seus direitos, criando facilitadores para que denunciem as condutas tipificadas no Código Penal", enfatiza José Nilton Doidão.

TRÂMITE

Com a aprovação dos vereadores, o projeto de lei agora segue para a análise do prefeito Válter Suman (PSB), a quem caberá sancioná-lo ou vetá-lo. Se sancionado, torna-se lei e entra em vigor a partir da data de publicação no diário oficial.

Texto: Heitor Santana, repórter universitário


Publicado em: 09 de outubro de 2018

Publicado por: ASSESSORIA