Acessibilidade Aumentar Fonte Contraste

ALUNOS DO EJA PEDEM APOIO AO LEGISLATIVO

Eles querem evitar o possível remanejamento de polos do programa presentes nos bairros, devido à baixa quantidade de alunos. No entanto, há preocupação de que evasão cresça justamente por conta do distanciamento das unidades

Professores e alunos que participam do programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA) foram recebidos na manhã desta quarta-feira (10) pelo vereador e presidente da Câmara Municipal, Edilson Dias (PT). Eles vieram pedir apoio do Legislativo para evitar o possível remanejamento de polos do programa presentes nos bairros. 
 
O motivo, segundo informado, seria a baixa quantidade de alunos - o que, consequentemente, tem levado a Administração Municipal a estudar mudanças na estruturação do programa. Entre as possíveis soluções, estaria a junção de alguns desses polos. E é justamente isso que tem preocupado, tanto os alunos como os professores. Eles temem que ao concentrar o programa em unidades distantes haja uma evasão ainda maior, especialmente por conta da dificuldade de locomoção.
 
DIÁLOGO
O presidente do legislativo, por sua vez, manifestou concordância com a preocupação dos alunos e professores e, desde já, se dispôs a mediar uma solução de consenso. "Quem frequenta o EJA, em sua grande maioria, trabalha durante todo o dia e aproveita parte do horário de descanso para se dedicar ao aprendizado. Portanto, o ideal é que o programa se mantenha nos bairros, perto de onde residem os alunos", destacou Edilson Dias.
 
Ainda durante o encontro, o vereador fez contato com o chefe do Executivo, a fim de esclarecer melhor a questão. Este assegurou que, antes de qualquer decisão, conversará com os vereadores de modo a estudar, de forma conjunta, a melhor medida a ser adotada.

 

 


Publicado em: 10 de outubro de 2018

Publicado por: ASSESSORIA